Saiba tudo sobre Plástica Abdominal

O termo abdominoplastia (plástica do abdômen) engloba todos os procedimentos que atuam sobre o abdômen, visando a sua correção estética e/ou funcional. Com o advento da lipoaspiração, a intervenção foi se aperfeiçoando e atualmente conjugada com a lipoaspiração, a técnica vem sendo cada vez mais utilizada no mundo inteiro.

 

Este método é indicado para quem tem gordura localizada e flacidez, fator predominante nas pessoas com mais de 35 anos, sendo, porém, desaconselhável, para quem está acima do peso.

 

A técnica proporciona um resultado harmonioso do contorno corporal em pacientes que apresentam peso normal, ou no máximo 10% acima. As vantagens do procedimento são: cicatriz mínima eliminando pequenas deformidades gordurosas e o afastamento dos músculos reto-abdominais, deixando o corpo com novo contorno e cintura.

 

Existem informações errôneas quanto a esta cirurgia, informações essas geradas por casos excepcionais de pacientes operadas por profissionais não habilitadas para tal e que costumam associá-la a intervenções cirúrgicas maiores, na cavidade abdominal, aumentando o risco e o prognóstico pós-operatório. Deixe que o seu cirurgião plástico escolhido lhe informe sobre a conveniência de associá-la a outra (s) cirurgia (s) e pondere bastante com ele sobre as vantagens e desvantagens de tal associação.

 

Atualmente, com a crescente freqüência das cirurgias bariátricas - cirurgias de diminuição do estômago para promover uma perda de peso significativa em pacientes com obesidade extrema - , os pacientes procuram o cirurgião plástico para livrar-se do excesso de tecidos, após a perda de peso. Esses procedimentos, conhecidos como cirurgias do contorno corporal, ganharam uma grande aliada no final dos anos 70: a lipoaspiração. Como cada caso é individual, cabe ao cirurgião decidir se existe a necessidade de se remover apenas o excesso de gordura através de uma lipoaspiração ou se é necessário retirar o excesso de pele, por meio de uma cirurgia chamada de dermolipectomia.

Assista ao vídeo explicativo: